A criação de peixes tem crescido significativamente em nosso país, pois representa uma alternativa para o pequeno produtor, que muitas vezes tira o seu sustento com a venda de produção.

Ao iniciar esta atividade, a primeira coisa é construir a lagoa. A construção do lago é algo relativamente simples e você não precisa dispor de muitos recursos para tal empreendimento.

Em alguns casos é possível aproveitar-se dos recursos hídricos do nosso país, que são abundantes. Em alguns locais existem córregos, rios e lagos, que podem ser usados ​​para desenvolver uma atividade familiar.

A primeira coisa que você deve aprender é construir a lagoa e, em seguida, avançar em técnicas de gestão. Para fazer uma lagoa, você deve considerar a água, solo e topografia dela.

Um bom lago requer uma inclinação de 1% a 2%, o que é ideal; Se o campo não tem essas condições, você deve fazer o movimento do solo e pode usar lona dupla face para estancar a água do lago.

A água pode vir de um riacho, rio, poço artesiano ou fonte. Em nível familiar, a tilápia pode ser cultivada a partir de 100 metros quadrados (5 mx 20 m), enquanto comercialmente é recomendada a partir de 5.000 metros quadrados de superfície da água.

MARCAÇÃO E ESCAVAÇÃO

Quando a piscicultura é realizada a nível comercial, a relação da localização das lagoas entre si deve ser considerada de forma a poupar esforços e tempo na construção das mesmas. Se já existe um lago, você pode usá-lo como referência para fazer o layout e o enquadramento de outro conjunto ao lado dele.

A forma ideal de um lago é retangular, pois permite o arrasto de redes para pesca e pesca. Uma dimensão recomendada é de 10 metros x 20 metros.

Depois de ter a linha de referência de uma lagoa existente, marque o limite com a ajuda de estacas e uma fita métrica.

Após fazer a marcação da parte interna da lagoa, dará inicio a escavação e assim o movimento da terra de maneira ordenada.

O trabalho de escavação pode ser feita com enxada e pá, para economizar na construção do lago.Você pode obter ajuda dos seus familiares e amigos para realizar essa tarefa.

A lagoa deve ter uma profundidade média de 1,5 metros, o que dará conforto ao peixe, tanto no inverno quanto no verão. A inclinação do fundo deve ser de 2%, para que o dreno possa ser feito.

TIPOS DE LAGOAS

  • Os tipos de lagoas que podem ser construídos para a criação de peixes são vários. Os mais conhecidos são a argila, que é a mais barata.
  • Existe também aquela com cobertura de lona dupla face para contenção da água.
  • Outro modelo é com piscina de concreto armado, a de tijolos reforçados.

O lago de barro é o mais barato, porque apenas serão gasto os tubos de entrada e saída de água e mão-de-obra, o que deve ser administrável em diferentes níveis dentro da lagoa.

O lago de lona plástica dupla face deve ser usada a de 200 a 240 mícrons, de modo que dure aproximadamente 12 anos.

A criação de tilápias é melhor em tanques de argila, pois é uma espécie que constrói seus ninhos no fundo da lagoa, principalmente para tanques de criação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *